X
Olá, Entre ou Cadastre-se
triangulo

Conheça os diferentes tipos de flauta

Um dos instrumentos de sopro mais refinados e de timbre mais belo, a flauta é presença quase obrigatória nos centros de música erudita.

Para garantir o instrumento de melhor qualidade possível, aqui você encontra diversos modelos das maiores marcas do mercado, como Yamaha, Shelter, Dolphin e muito mais.

Mas antes, é importante encontrar o tipo de flauta mais adequado para você.

Flauta transversal

Muito comum nos grupos de choro, a flauta transversal, ou transversa, também integra orquestras. Ela recebe esse nome pois é tocada na posição transversal, em frente ao corpo.

Mesmo sendo fabricada toda em metal, a flauta transversal pertence ao grupo das madeiras.

Flauta doce

Também conhecida como flauta bisel, a flauta doce surgiu na época medieval e atualmente é muito utilizada em musicalização. Com um som melodioso, essa flauta tem origem nos antigos instrumentos folclóricos que podem ser encontrados em diversas partes da Europa.

A flauta doce ainda pode ser dividida em dois modelos distintos: flauta doce barroca e germânica.

Flauta barroca

Na flauta doce barroca, a nota Fá tem dedilhado de forquilha, e as notas Fá# e Sol# tem seu dedilhado mais simples. Possui uma sonoridade mais equilibrada e um timbre mais aveludado.

Flauta germânica

Já na flauta doce germânica, a nota fá tem dedilhado simplificado. Entretanto, as notas Fá# e Sol# tem dedilhado mais complexo e geralmente são desafinadas. É um instrumento mais complexo de ser tocado em relação à barroca.

Pífano

O pífano é uma pequena flauta transversal aguda, similar a um flautim, mas com um timbre mais intenso e estridente devido ao seu diâmetro menor. Os pífanos são originários da Europa medieval e frequentemente utilizados em bandas militares.

Você ainda pode encontrar cada modelo em diferentes afinações, como soprano, tenor e contralto. A diferença entre elas é:

  • Soprano: som mais agudo e suave;
  • Tenor: som mais agudo;
  • Contralto: som mais grave e encorpado.